segunda-feira, 23 de maio de 2016

Tarte de Framboesas e Mirtilos (Lattice Pie)




E eis que chega mais um aniversário. Desta vez, o meu. Oh god, estou a ficar cota!

Confesso que já gostei mais de fazer anos e apesar de, obviamente, ser bom sinal poder  festejá-los, lembra-me sobretudo que o tempo é volátil e que temos que saber aproveitá-lo bem. Pois é... e assim de repente, passou-se mais uma ano!

Trago hoje, não um bolo de aniversário (não, hoje não vou para a cozinha fazer bolos), mas uma deliciosa Tarte de framboesa que tem tudo para agradar. A massa estaladiça,  o recheio delicado de fruta, a bonita cobertura de massa entrelaçada. Atenção, não se deixem intimidar pela treliça. Há imensos tutoriais na net que descomplicam o que parece complicado! Acho estas tartes encantadoras! E vocês? 

Falta referir que esta tarte encontra-se em destaque na revista Segredos de Cozinha do mês de Maio. 






Ingredientes:

(massa)  para uma tarteira de 22 cm de diâmetro
300 g de farinha  de trigo sem fermento
1 c. de sopa de açúcar
220 g de margarina fria
5-6 c. de sopa de água gelada

(recheio)
500 g de framboesas congeladas
150 g de mirtilos (usei frescos)
2 c. de sopa cheias de farinha de trigo sem fermento
200 g de açúcar amarelo
2 c. de sopa de vinagre balsâmico
açúcar mascavado para polvilhar q.b.


Preparação:

Numa saladeira grande, misturar a farinha e o açúcar.
Incorporar cerca de metade da margarina em pequenos pedaços misturá-la com os dedos, até obter uma mistura areada (tipo migalhas de pão)
Adicionar a segunda metade da margarina, mas deixar ficar alguns pedacinhos maiores (vai fazer com que a massa fique mais estaladiça).
Juntar 4 c. de sopa de água gelada e misturar tudo. Se necessário, juntar mais água, mas apenas uma colher de cada vez, até a massa ficar ligada. Não amassar.
Colocar a massa numa folha de papel vegetal e com a ajuda do papel, formar um disco e dobrar a massa ao meio. Voltar a formar um disco com a massa e voltar a dobrá-la ao meio. Proceder assim até a massa ficar uniforme (cerca de 6-7 vezes).
Dividir a massa em duas partes (60/40), formar dois discos, embrulhar em película aderente e levar ao frio cerca de 30 minutos.
Enquanto a massa refrigera, preparar o recheio, misturando as framboesas descongeladas e os mirtilos com o açúcar, farinha e vinagre balsâmico. Reservar.
Numa superfície com um pouco de farinha, estender a porção maior de num círculo.
Forrar a tarteira e cortar a massa excedente, deixando um bordo de 1 cm. 
Estender a massa restante num círculo mais pequeno e com uma faca bem afiada, cortar o disco em tiras de 1,5 cm.
Colocar o recheio na tarteira e cobrir com as tiras de massa, formando uma treliça como na fotografia.
Pincelar com leite e polvilhar com açúcar mascavado.
Vai ao forno pré-aquecido a 220 ºC durante 15 min e mais 60 min a 190ºC até a massa ficar dourada.
Servir com gelado, iogurte grego ou natas.







15 comentários:

  1. Simplesmente, ADORO!!!
    Parabéns!!!
    Bjinho

    ResponderEliminar
  2. Que linda! Ficou perfeita!
    Beijinho
    http://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Fantástica. Até cresce água na boca de tão bom aspecto.
    Humm...
    Bjinhos

    http://bimbysaboresdavida.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Muitos parabéns então :)
    Eu também já gostei mais de fazer anos! Acho que a partir de determinada idade acontece isso :p
    O bom é ter a família/amigos reunidos! Isso sim, é motivo para celebrar!
    Não veio bolo mas veio uma tarte linda :)
    São trabalhosas mas ficam um encanto assim :)
    O recheio parece ser uma delícia.
    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas tuas palavras, Joana.
      Beijo grande para ti!

      Eliminar
  5. Uauuuuuuuu está mesmo bonita, super bem feita! Tens imenso jeito para tartes! Já sei onde me vir inspirar quando precisar de fazer uma! Espero que tenhas passado um dia muito feliz. Um beijos

    ResponderEliminar
  6. Bom dia!
    Uma tarte perfeita e deliciosa! Excelente! ;)
    Beijinhos
    Paula

    ResponderEliminar
  7. Que. Tarte. PERFEITA! :O Não é a primeira vez que a vejo, mas é sempre a minha primeira reação! Tens tanto jeito para estas coisas, a sério, se fosse eu a fazê-la ficava a parecer um novelo de lã desmanchado :P
    Deve ser uma delícia quase suficiente para não ter pena de a cortar (quase!) :D

    ResponderEliminar

Deixe aqui os seus comentários e/ou perguntas.
Obrigada pela visita!